NAB | DaVinci Resolve 14


 

Era pra ser uma publicação pra falar um pouco sobre tudo que rolou na NAB 2017, mas o DaVinci Resolve 14 não quis brincar, e ganhou um post só pra ele.

Se você trabalha com audiovisual já deve conhecê-lo: aquele que há alguns anos ~ só ~ fazia correção/tratamento de cor, agora conta com ferramentas interessantíssimas para edição de áudio e vídeo.

 

Desde que a Blackmagic implementou ferramentas de edição, fui um grande entusiasta. E você pode se perguntar: mesmo com Premiere, Final Cut, Avid e outros tantos? Sim, ele é GRATUITO. Ele tem, sim, algumas funcionalidades disponíveis somente em versões pagas, mas os mortais conseguem viver sem elas. E mesmo se você desejar dispor de todas as ferramentas, isso sai apenas por 299 dólares. That’s it. Sem fee mensal, sem anuidade.

 

Vou fazer alguns destaques abaixo, mas se você desejar, pode ver a matéria completa da No Film School aqui.

  1. Quem já tentou editar conteúdo nas versões anteriores, sabe que o desempenho não correspondia 100% às expectativas. Pois bem, segundo os expositores, o Resolve 14 apresenta uma performance 10 vezes superior à versão anterior. 10 vezes é bastante!
  2. Os arquivos do seu projeto agora podem ser organizados de uma forma mais detalhada. As pastas podem ser abertas em janelas separadas e você pode utilizar markers pra gerar subclips, facilitando bastante o processo de decupagem.
  3. grande novidade apresentada está numa sessão do app chamada Fairlight. Assim como o tratamento de cor realizado na aba Color, toda edição de áudio realizada nesta sessão é aplicada automaticamente à sua timeline lá na aba Edit. Permite trabalhar com áudios em diferentes formatos, possibilita mover as tracks com maior precisão (SubFrames e Samples) e oferece ferramentas para equalização, compressão e endereçamento. Se for tudo o que estão dizendo, dispensaria o uso de softwares específicos de edição de áudio em casos de menor complexidade. 
  4. A sessão Color, que já colocava no bolso todos os concorrentes (minha opinião), ganhou uma engine de reconhecimento facial que facilita enormemente o tratamento e o grading de depoimentos. A precisão da demonstração é incrível!
  5. Por fim, mas não menos interessante, foi implementado o compartilhamento de projetos. É algo que outros apps já possuíam, que só está disponível nas versões pagas, mas ainda assim tem o seu charme.

Gostou? Todas essas funcionalidades num único app grátis! Merece ser testado, no mínimo. Para aqueles que desejarem aprender em detalhes o uso do DaVinci Resolve, lá na Film Simplified tem uns cursos acessíveis e muito bons!

Grande abraço!

 

por Elói B. Doltrário, Diretor da Deeper Produções

Posts Relacionados


  Os conteúdos audiovisuais já dominam há muito tempo a televisão e vem crescendo cada vez mais no ambiente digital, onde são responsáveis por gerar mais de 50% do tráfego,